Brasil ganha plataforma nacional de incentivo ao voluntariado

Comente!

No Brasil, segundo o IBGE, apenas 3,5% da população pratica algum trabalho voluntário, mesmo que de maneira individual. Um número inverso ao dos Estados Unidos, onde pelo menos 20% dos americanos são comprometidos oficialmente com ações voluntárias, mas estima-se que 8 em cada dez americanos já se envolveram em alguma iniciativa solidária. Os dados do engajamento cívico no Brasil podem mudar a partir de agosto, quando será inaugurada a primeira agência nacional de incentivo ao voluntariado. A plataforma Transforma Brasil vai cruzar os dados de quem quer ajudar com quem precisa de ajuda, e promete facilitar a vida dos brasileiros que querem dedicar voluntariamente parte de sua mão de obra, mas não sabem onde.

A iniciativa foi criada pelo empreendedor social cristão Fábio Silva, que, em 2014, foi capacitado pelo Departamento de Estado Americano para desenvolver iniciativas sociais no Brasil. Na época, líderes sociais de vários países em desenvolvimento passaram 40 dias nos Estados Unidos conhecendo os programas da agência nacional de voluntariado, que oferece uma série de benefícios para aqueles que tem algum tipo de engajamento cívico no País, como pontuação diferenciada em provas de concurso público e prioridade no ingresso em universidades.

Segundo levantamento da agência, os voluntários têm 27% mais chances de conseguir emprego do que aqueles que nunca tiveram experiência semelhante. No ano passado, o programa estimou em cerca de US$ 180 bilhões o valor das 7,8 bilhões de horas de trabalho voluntário dedicadas no País.

Amanhã (28), no Dia Nacional do Voluntariado, será implantada a plataforma nacional Transforma Brasil, com sede em São Paulo (SP). A tecnologia vai cruzar os dados dos que querem ser voluntários, mas não sabem como, com os das ONGs que precisam de mão de obra, mas não sabem de que forma chegar até os profissionais necessários. Com o apoio de fundos de assistência internacional, a iniciativa promete alavancar os números de voluntariado no País, que hoje atingem apenas 7,4 milhões de brasileiros, o equivalente a 3,5% da população.  “As pessoas querem dedicar parte do seu tempo a alguma causa ou propósito, mas nunca houve o ‘cardápio’ de opções e nem o incentivo para isso. Agora, quem já tem o desejo de se dedicar voluntariamente a alguma instituição, vai saber onde pode ser útil e ter benefícios para fazer isso”, acredita Fábio.

Iniciativa já foi testada em grandes cidades do País:

Em 2015, Fábio implantou no Recife (PE), sua cidade natal, a primeira versão da plataforma. Em três anos, a “Transforma Recife” já cadastrou cerca de 120 mil voluntários e 400 ONGs e registra mais de um milhão de horas voluntárias trabalhadas na capital pernambucana. A iniciativa virou programa de política pública adotado pela prefeitura e foi premiada pela ONU Smart como um dos programas que mais contribui com o desenvolvimento das cidades. A plataforma também foi implantada nas cidades de Campinas (SP), Petrópolis (RJ), Cuiabá (MT) e Campina Grande (PB).

 

Sobre Fábio Silva

O empreendedor social Fábio Silva, de 40 anos, é formado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão. Em 2016, a primeira incubadora de projetos sociais do País – Porto Social, que beneficia, a cada ano, 50 projetos sociais, oferecendo capacitação para profissionalizar a gestão das organizações. Casado com Isadora e pai de Sofia e Nina, Fábio descobriu sua vocação para a carreira, que ainda não é reconhecida no Brasil, em 2010, ao criar a ONG Novo Jeito, especializada em mobilizações sociais. A ONG surgiu de um grupo de estudos bíblicos realizado na casa de Fábio. Em oito anos de atuação, a ONG já mobilizou mais de cem mil pessoas em ações voltadas para grandes emergências (incêndios e enchentes) e em prol de causas específicas (reformas de abrigos de idosos e hospitais, manifestações em prol do “amor”).

Em 2017, Fábio foi recebido pelo Papa Francisco devido às iniciativas que criou no Brasil.

 

Dados sobre voluntariado

Voluntários no Brasil – 7,4 milhões – 3,5% da população (fonte: IBGE)

Voluntários no Recife – 120 mil – 8% da população (fonte: www.transformarecife.com.br)

Horas de trabalho voluntário no Recife de 2015 a 2018 – 1.041.100 (fonte: www.transformarecife.com.br)

Voluntários nos Estados Unidos 62,8 milhões – 20% da população (1/4 dos adultos)

Voluntários nos EUA tem 27% mais chances de conseguir emprego

Em 2017 – 7,8 bilhões de horas de trabalho voluntário

(fonte: www.nationalservice.gov)

 

Serviço

Lançamento da Plataforma Transforma Brasil

Quando: 28/08/2018

Onde: Cívi-co – R. Dr.Virgílio de Carvalho Pinto 445, São Paulo – SP

Por Lissander Dias, extraído integralmente do site Ultimato.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *