Trocas, conhecimento e novos relacionamentos: bagagens da Feira de Boas Práticas

Comente!

Entre troca de experiências, aquisição de conhecimento e novos relacionamentos, a Feira de Boas Práticas no Rio de Janeiro, uma parceria da Rede Mãos Dadas e RENAS Rio, aconteceu entre os dias 15 e 16 de setembro, no espaço da Faculdade Mackenzie.

Já na palestra de abertura “O que acontece quando as crianças são ouvidas”, ministrada por Luciana Falcão do Projeto Calçada Lifewords, pode-se observar uma prévia do público que participaria das oficinas no dia seguinte. Entre organizações filiadas, estudantes, interessados em causas sociais, muitos dos que ministrariam as oficinas estavam atentos para aprender e absorver mais conhecimento.

“Estamos sempre aprendendo.” – declarou Soraya Dias, conselheira RENAS, “Porque uma hora você ministra e uma hora você está recebendo. E, durante a ministração você aprende também. Essa é a magia da troca. Quem está sentado também tem muito conteúdo. A troca acontece o tempo inteiro, principalmente nas oficinas.” – completou.

Ao todo, 14 oficinas foram ministradas. Divididos em grupos de interesses, os participantes optaram por temas pertinentes a causa da criança e do adolescente, nas áreas de Ensino da Bíblia, Meio Ambiente, Política de Proteção, Bons Tratos, Acolhimento Familiar, entre outros. 

“A gente vem pra cá com o objetivo de desenvolver mais as nossas estratégias. Porque as crianças tem recebido muita influência externa. Então, se capacitar é sempre bom. Desenvolver outras estratégias, receber conhecimento é sempre bom.” – declarou Larissa, 17 anos, da Igreja Batista Memorial Jardim Catarina – São Gonçalo, ao participar da oficina “Histórias Bíblicas em Espaços Seculares: Estratégias Possíveis.”

A Feira foi valorizada por ONGs que enviaram seus educadores. Foi o caso de Vinícius, educador físico na ONG REMER – Refúgio de Meninos e Meninas em situação de Rua, que disse que “a própria ONG nos proporcionou a participação na Feira, para que pudéssemos ter um crescimento no conhecimento do tratamento das crianças.” Vinícius ainda destacou o aprendizado na oficina: “Aprendi a buscar mais o direito das crianças e levá-las ao empoderamento que elas tanto necessitam.”

A Feira de Boas Práticas aconteceu primeiro em Belo Horizonte e agora no Rio de Janeiro. Quem sabe sua cidade será a próxima!

 

 

Veja mais cliques no nosso facebook! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *