Cristãos se unem para renovar o nosso mundo através da oração e práticas de mudanças climáticas

Deixar um comentário

Pensada para acompanhar e pressionar os governos a traçarem metas reais e concretas para manterem as promessas feitas e estabelecidas no Acordo Climático de Paris, a Campanha Renove Nosso Mundo (Renew Our World) foi lançada no dia 1º de março e convida os cristãos de todo o mundo a se unirem em oração para que as pessoas mais pobres do planeta resistam aos nocivos efeitos das mudanças climáticas.

Renove Nosso Mundo está sendo lançada pelas organizações parceiras RENAS: Tearfund e Miquéias Global, em conjunto com Aliança Anglicana, TEAR Austrália, Miquéias Zâmbia, EU-CORD, Paz e Esperança Internacional.

Esta é uma campanha de longo prazo que tem a oração como pedra angular e visa mobilizar e inspirar as igrejas a lutarem contra a pobreza e a injustiça, começando pela mudança climática.

“A campanha Renove Nosso Mundo pressionará os governos de todo o mundo a cumprirem as promessas feitas no Acordo de Paris. Parte desse acordo visa a renovação da matriz energética e a transformação da agricultura por meio da utilização de técnicas de cultivo amigas do clima”, explica o diretor de advocacy da Tearfund, Paul Cook.

A diretora internacional de Miquéias Global, Sheryl Haw, acrescenta: “Será preciso um grande esforço para permitir que nosso mundo se recupere. À medida em que cada um de nós fizer o que nos cabe pressionando nossos governos a cumprirem os compromissos assumidos, veremos mudanças”.

O Acordo de Paris estabelece um plano de ação global para enfrentar a perigosa mudança climática. Através da campanha Renove nosso Mundo os cristãos se unirão em oração para que os 195 países que assinaram o Acordo limitem o aquecimento global a um valor mais próximo possível de 1,5 graus e para que as emissões de gases de efeito estufa sejam eliminadas.

A campanha objetiva ainda incentivar os cristãos a continuarem pressionando e orando pela mudança em seus países. De acordo com o  Rev. Andrew Bowerman, Co-Diretor Executivo da Aliança Anglicana, a campanha trabalhará em prol do objetivo global de ver as comunidades mais resilientes e florescendo em harmonia com a criação. “Estamos profundamente empenhados em servir junto aos nossos irmãos ao redor do mundo para que isso se torne realidade”.

“Podemos vencer a pobreza, e para isso precisamos vencer a mudança climática”, enfatizou o Reverendo Nicholas Holtam, Bispo da Igreja da Inglaterra. “As gerações anteriores não sabiam sobre a mudança climática e para as gerações futuras será tarde demais. Este é o desafio da nossa geração. Como seguidores de Jesus, já sabemos que precisamos amar nossos vizinhos e cuidar da criação. A Quaresma é um bom momento para refletir sobre os limites espirituais e físicos do consumismo”, concluiu.

Para descobrir como você pode se envolver na campanha Renew Our World, visite www.renewourworld.net

Para mais informações, entre em contato com:

Serguem Silva – representante da Tearfund Brasil serguem.silva@tearfund.org

Simone Vieira – coordenadora de advocacy da Tearfund Brasil simone.vieira@tearfund.org

Conferência do Clima de Paris

Na Conferência do Clima de Paris (COP21), realizada em dezembro de 2015, 195 países adotaram o primeiro acordo mundial, juridicamente vinculativo, sobre o clima global (“Acordo Climático de Paris”). O acordo estabelece um plano de ação global que começa a colocar o mundo no caminho certo para evitar uma mudança climática perigosa. Tal ação visa limitar o aquecimento global e colocar fim às emissões de gases de efeito estufa.

Renew Our World é uma campanha global que exige progressos significativos no Acordo Climático de Paris. Cada país da campanha se concentrará em uma ou mais das seguintes promessas:

  • Definir alvos e planos de transição para zero emissões para limitar o aquecimento global a 1,5 graus.
  • Investir em energia limpa, executar as metas localmente para que alcancem todos, especialmente aqueles mais pobres e vulneráveis.
  • Apoiar uma agricultura mais sustentável que não resulte em emissões enormes e que ajude as comunidades em risco de secas e inundações.

Fonte: Tearfund

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *