Encontro Renas discute desafios da Missão Social da igreja em Sergipe

Encontro Renas discute desafios da Missão Social da igreja em Sergipe

Dezenas de cristãos participaram, no último final de semana, do 2º Encontro da Rede Evangélica Nacional de Ação Social – Sergipe (RENAS-SE), que aconteceu no templo da Igreja Presbiteriana 12 de Agosto, em Aracaju. Na oportunidade, os participantes aprofundaram a discussão sobre os desafios e perspectivas para o cumprimento da missão social da igreja cristã na atualidade.

Com o tema “Reino de Deus – uma construção há muitas mãos”, o encontro propôs a reflexão sobre a verdadeira essência do plano traçado por Deus para o homem e a necessidade de resgate dos valores cristãos da justiça e dignidade humana.

“A bíblia é clara que a fé em Jesus só pode ser praticada em ações concretas. A igreja se enclausurou dentro do templo de maneira que ela passa a usar um arranjo religioso como a prática de operação da fé, quando a bíblia orienta que essa fé tem que ser vivida no mundo, na dor do povo, no amor pelo povo”, diz o pastor José Marcos Silva, palestrante do Encontro.

A programação também permitiu conhecer trabalhos que já estão sendo desenvolvidos em Sergipe, com resultados expressivos, a exemplo do PEPE que beneficia cerca de 300 crianças com alfabetização em 12 municípios, e o Cantinho do Céu, uma projeto coordenado pelo missionário alemão Thomas Zettler, no bairro Santa Maria, na Zona Sul da capital sergipana, desde 2012.

O coordenador da RENAS-SE, Jorge dos Santos, enfatiza que este foi um passo importante na mobilização de mais parceiros que, agora, poderão disseminar o que aprenderam em suas comunidades. “Esse é o pontapé inicial. Agora, cada liderança deve estimular os seus grupos a se comprometer com a construção do Reino de Deus, cujas bases são  justiça, paz e alegria no Espírito Santo”, afirma.

RENAS reuniu representantes de 13 igrejas evangélicas e sete instituições que, além das palestras, participaram de momentos de louvor e comunhão sob a condução do cantor alagoano Roberto Diamanso, e ainda oficinas de capacitação sobre dependência química, violência contra criança e adolescentes e formação do ministério social.

Autor: Will Rodrigues, voluntário de assessoria de imprensa RENAS-SE.

 

 

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine o nosso boletim informativo

Preencha o formulário abaixo para receber nosso boletim