Destaques da Reunião de Filiadas 2019.

Comente!

Aconteceu nos dias 04 a 05 de abril, na Faculdade Teológica Batista em São Paulo, a Reunião de Filiadas 2019 da Rede Evangélica Nacional de Ação Social – Renas.

No dia anterior (03), o grupo coordenador nacional formado por Gerhard Fuchs (FCI), Tércio Freire (AEBVB) e Soraya Dias (Médicos de Cristo), com o apoio de Jovani Nascimento (Renas Rio) e os conselheiros Débora Fahur (AEBVB) e Welinton Pereira (Visão Mundial), além da secretária executiva Tânia Wutzki, esteve reunido para tratar questões administrativas e estratégicas da Renas e dar os últimos retoques para as reuniões do grupo gestor e da Reunião de Filiadas.

O grupo gestor, com a presença de 15 organizações e redes, reuniu-se na manhã do dia 04 com a atribuição de avaliar os relatórios e o planejamento anual da rede, organizado em 6 áreas temáticas: a organização do Encontro Nacional, a comunicação e a visibilidade, a sustentabilidade,o fortalecimento de vínculos e a incidência em políticas públicas.

Avaliando a atuação da rede, o grupo encarou que necessita mobilizar mais recursos para realizar mais ações. Decidiu também que o Pr. Tercio Freire permanece na coordenação nacional por mais um mandato de 3 anos. Além de inserir novas pessoas nas funções de apoio: Wilma Ribeiro (Renas Amazonas) e a Clarisse Ziller (Visão Mundial). Até então, Renas teve o apoio das dedicadas Lucy Luz (Renas Bahia) e Dorotheia Luz (Renas Tocantins).

No início da tarde, com a presença de 27 organizações e rede filiadas, além de visitantes, iniciou-se a Reunião de Filiadas 2019, com uma meditação dirigia pela Prª. Jovani Nascimento, com base no texto de João 9:1-14. Na sequência da programação, Gerhard e Welinton discorreram sobre como fazer uma leitura de cenários que influenciam nossas ações, explicando como buscar o discernimento necessário. Enquanto Gerhard enfatizou as metodologias existentes, Welinton enfatizou alguns textos bíblicos que mostram como buscar o discernimento. Tal como o texto de I Cr 12, onde discorreu sobre a habilidade para distinguir a voz de Deus entre todas as outras vozes.

“Ficou claro que temos um aliado poderoso na pessoa do Espírito Santo, que conhece todas as variáveis do cenário, traz discernimento em tempos e épocas propícias, podendo nos orientar para onde a rede deve ser estendida.” – afirmou Gerhard.

As reuniões ocorreram com a participação intensa dos presentes com opiniões, sugestões e debates. Já mais ao final do dia, foi feita uma revisão dos objetivos e decidido o aumento do valor da contribuições anuais para R$ 1.500 por organização.

No eixo da comunicação, a assessora Juliana Gonçalves apresentou o funcionamento do novo aplicativo Conecta RENAS para troca de recursos e informações entre as filiadas. Um benefício para organizações e redes e que tem o potencial de promover uma cooperação mais intensa entre os integrantes da RENAS.

O segundo dia (5) de reuniões iniciou-se com o momento devocional conduzido pelo Profº Lourenço Stelio Rega, diretor da Faculdade Teológica de São Paulo. O estimado professor, discorreu sobre a ética e compromisso social, abordando o relativismo de hoje e o centro da mensagem de Deus.

Como foco de ação da RENAS, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram conectados as atividades das organizações presentes durante a apresentação de suas ações e estratégias. Com a participação online de Clarice Ziller, assessora de advocacy e relações internacionais da Visão Mundial, este foi um momento em que todos puderam esclarecer como estão alinhados com os ODS para o desenvolvimento de um mundo melhor, através da atuação do Reino de Deus.

As redes regionais puderam apresentar um resumo de suas ações, bem como os objetivos e dificuldades de cada um.

  • Renas Amazonas discorreu sobre a sazonalidade das ações comuns que dependem de levantar novos objetivos;
  • Renas Bahia mencionou os desafios que tem de estar em um estado muito grande;
  • Repas relatou sobre as reuniões bimestrais que são realizadas, com até 20 pessoas, das quais a maioria participa de conselhos de direitos. A rede tem buscado ações claras, simples e que todos possam participar.
  • Renas Sergipe falou sobre a mentalidade religiosa que exclui a ação social de suas práticas, que organiza o projeto esperança com o reforço escolar e oficinas, e o projeto resgate que trabalha na prevenção ao alcoolismo e as drogas.
  • A rede em Minas Gerais, REVTS, representado por Marcelo Savassi, relatou a nova mobilização da rede, logo após a tragédia ocorrida em Brumadinho.
  • Renas Rio apresentou o planejamento que mostra ações de capacitação, caminhada, a participação no Mutirão Mundial de Oração e a articulação em torno do próximo Encontro Nacional que vai acontecer entre os dias 19 e 21 de setembro de 2019, tendo o objetivo de agregar 96 igrejas até o evento.
  • Renas São Paulo relatou os processos cíclicos dos movimentos da rede e as articulações em prol da proteção à criança no Estado. A rede regional apóia e divulga vários eventos dos participantes da rede ou de outras organizações com objetivos semelhantes.

E para encerrar a importante pauta da Reunião de Filiadas 2019, os participantes puderam ouvir e aprender sobre a parceria RENAS, Visão Mundial e Rede Mãos Dadas, com o projeto Igreja segura para crianças, com a participação online de Karina Lira, assessora de proteção à criança e coordenadora do projeto na VM.  As oficinas de capacitação estão sendo realizadas em Manaus, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza.

Foram dias de grandes trocas e renovação. E a certeza que a atuação em rede faz parte do Reino. Aguardamos a todos no Encontro Nacional RENAS no Rio de Janeiro, nos dias 19, 20 e 21 de setembro.

“Queremos que nosso trabalho seja consistente em harmonia com as vontades e os caminhos de Deus”. Welinton Pereira.

Contribuição: Gerhard Fuchs e Soraya Dias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *