Igreja segura para as crianças: uma parceria RENAS, Visão Mundial e Rede Mão Dadas para capacitar igrejas e organizações.

Comente!

O Projeto “Igreja segura para as crianças” visa o fortalecimento das redes cristãs, objetivando a proteção e prevenção das violências contra crianças e adolescentes. Inicialmente, quatro redes regionais participarão do projeto recebendo capacitação na perspectiva de intervir adequadamente frente às violências contra crianças e adolescentes, fomentando a implantação de uma política de proteção nas igrejas e organizações de fé, são elas: RENAS Rio de Janeiro, RENAS Amazonas, RENAS Fortaleza e RENAS São Paulo.

A igreja enquanto instituição, deve se capacitar para cumprir a sua missão na promoção de ambientes de cuidado e segurança para crianças e adolescentes oferecendo espaços de participação e organização com os valores do Reino. Esta iniciativa de intervenção local está conectada a uma discussão mais ampla para disseminação do debate sobre a importância de políticas públicas de enfrentamento a violência, trazendo a reflexão sobre o compromisso do país no alcance da meta 16.2 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável:

Acabar com abuso, exploração, tráfico e todas as formas de violência e tortura contra crianças.

O projeto está divido em dois eixos:

  • FORMAÇÃO E FORTALECIMENTO DA REDE DE FACILITADORES.

Consiste na capacitação de membros da RENAS na metodologia Igreja Segura para Crianças, através de um curso presencial de 16 horas. Os membros capacitados se comprometerão a ministrar uma oficina prática como requisito básico para a conclusão da formação. Os participantes que receberem a formação promovida pela Visão Mundial se comprometerão a ficar disponíveis por um período de três anos para a realização de oficinas, conforme assinatura de acordo com esta organização.

  • SENSIBILIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DA IGREJA E OBFs

Focado na elaboração e difusão de recursos para sensibilização/participação das igrejas e organizações baseadas na fé, a Visão Mundial disponibilizará materiais, dentre eles roteiros para liturgia, uma proposta de oficina para crianças e adolescentes, vídeos para as crianças, artigo que favoreça a reflexão da igreja em relação ao 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Renas Amazonas realizou a primeira reunião no último dia 04 de fevereiro e definiram a capacitação da rede para acontecer nos dias 29 e 30 de março.

Tivemos uma ótima reunião com a presença de pessoas filiadas a RENAS e outras que já estão chegando para participar do projeto. Definimos que no nosso grupo 30 pessoas serão capacitadas. Uma integrante veio de uma cidade que fica a 80km daqui e nossa intenção é trazer mais pessoas do interior. Pois, se aqui na capital a exploração sexual é gritante, imagina no interior. – Wilma Ribeiro, facilitadora da RENAS Amazonas.

Ao todo, estima-se que 120 membros da RENAS serão formados e habilitados para ministrar a capacitação “Igreja Segura para Crianças” em igrejas e organizações de fé. Além disso, objetiva-se alcançar 600 lideranças de 60 igrejas ou comunidades de fé capacitadas na metodologia e atingir 60 igrejas com Políticas de Proteção elaboradas.

É um grande desafio, que contará com a participação da Rede Mãos Dadas, a partir da qual será desenvolvido o Mutirão de Oração e a mobilização para o dia 18 d e Maio. Também estará disponível aos parceiros o acesso a um canal de captação: Plataforma Juntos pelas Crianças que permite as igrejas e OBFs envolvidas explorarem novos ambientes e oportunidades de mobilização de pessoas e recursos para fortalecimento de suas iniciativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *