Coordenação nacional da RENAS se reúne para avaliar objetivos estratégicos

Comente!

Após reuniões quinzenais pela internet, a coordenação nacional da RENAS realizou uma reunião presencial no dia 17 de julho na sede da FEPAS – Federação das Entidades e Projetos Assistenciais, em Campinas.

Com uma agenda extensa, o grupo coordenador nacional, composto por Soraya Dias (Médicos de Cristo), Tercio Sá Freire (Vale Da Benção) e Gerhard Fuchs (Acridas e FCI), acompanhados da secretária Tania Wutzki e das conselheiras Debora Fahur e Dorotheia Luz abordaram assuntos estratégicos para a rede.

“A reunião presencial se faz necessária para um alinhamento mais próximo, tendo em vista que a RENAS está representada em vários estados do Brasil e os integrantes da coordenação são de três estados diferentes (Minas Gerais, São Paulo e Paraná).” – esclarece Gerhard.

A meta da pauta foi avaliar o cumprimento dos objetivos propostos pela rede, para os próximos anos, além de agilizar o seu alcance. Os objetivos estão subdivididos em 7 áreas:

  1. Organização do Encontro Nacional da RENAS em Natal – nos dias 18 a 20 de outubro, que neste ano será em conjunto com o Congresso ALEF para Pastores e Líderes;
  2. Comunicação da Rede – que pode ser aperfeiçoada e que hoje tem o apoio financeiro do Tearfund;
  3. Fortalecimento de vínculos – que visa incentivar encontros e reconhecer líderes nas regiões e cidades, organizar visitas e apoiar quem está na liderança das redes;
  4. Sustentabilidade da Rede – que apresenta os desafios para manter a secretaria e a comunicação, além de mobilizar recursos para os outros projetos;
  5. Criar uma Plataforma digital, exclusiva para os filiados – pensada para facilitar a troca de recursos e informações, através de uma intranet ou de um aplicativo;
  6. Projeto Visibilidade – para que a rede seja conhecida, e que está buscando histórias dos participantes para divulgar as ações;
  7. Incidência em Politicas Públicas – onde o grupo está promovendo um curso de formação em conjunto com a Aliança Evangélica e com realização de CADI e ACRIDAS.

Além disso, discutiu-se acerca dos espaços públicos que a RENAS deveria ocupar no cenário nacional e como implementar uma agenda para tal.

A participação em vários eventos programados para este segundo semestre de 2018 também esteve me pauta. Como a 2ª Consulta da Rede Miqueias Brasil, nos dias 17 e 18 de agosto em Belo Horizonte/MG; a reunião da comissão Igrejas e ODS, a ser realizada no dia 13 de setembro em Belo Horizonte/MG; o Encontro dos Parceiros da Tearfund, entre os dia 25 e 29 de setembro, em Campina Grande/PB; e o Congresso Igrejas e ODS, a ser realizado nos dias 22 a 24 de novembro em Brasilia/DF.

Gerhard explica que “como a rede não tem uma dinâmica de comando, mas apenas de coordenação dos objetivos, depende da inciativa e disponibilidade dos vários líderes das organizações e redes filiadas. Também a estrutura executiva é muito enxuta e conta apenas com algumas horas da secretária.”

Para agilizar os processos a comunicação é essencial, tanto para motivar os participantes ao engajamento, como para o acompanhamento das ações.

“Nestes encontros, fica claro a força que o trabalho em conjunto proporciona e a vontade dos participantes em tentar fazer mais e melhor a favor dos mais fracos da nossa sociedade.” – finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *