A trajetória frutífera de RENAS e os novos rumos à seguir

Deixar um comentário

A trajetória de RENAS, desde sua constituição, vem sendo traçada por desafios de grande impacto no campo da assistência social do Brasil.

No início, refletindo sobre a conceituação e depois apresentando os princípios e vantagens da atuação e do jeito de ser Rede, exercendo um papel de divulgar e conclamar igrejas e organizações sociais a formarem redes locais, através de encontros nacionais realizados em diferentes locais e estados.

Este trabalho foi marcado por dois princípios importantes que nos regem ainda hoje:

  • O espaço em Rede. O qual, favorece a diversidade e, com isto, maior capacidade de resposta a grandes desafios;
  • O estabelecimento de relações de confiança entre as pessoas, que favorece ambientes de criatividade e soluções de grande impacto.

Lançamos duas cartilhas com o tema REDES SOCIAIS – O que são, Por que são e Como começar uma Rede de Compromisso Social. Hoje, podemos visualizar organizações filiadas a RENAS que atuam em Rede espalhadas pelo Brasil.

Num segundo momento, idealizamos e lideramos a realização da Campanha Bola na Rede – Um gol pelos direitos de crianças e adolescentes, uma ação de âmbito nacional pelo enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo. Através desta Campanha, diferentes igrejas e denominações evangélicas, tiveram a oportunidade de refletir sobre o papel da criança no Reino de Deus e foram desafiadas a transpor o espaço de seus templos, ocupando um papel público na defesa de direitos de crianças e adolescentes. A campanha foi realizada com praticamente 100% de voluntários, mostrando a capacidade das igrejas e organizações em assumir causas de interesse público. O uso de metodologias e ferramentas, já disponíveis através de organizações filiadas a RENAS, foram visivelmente e quantitativamente multiplicadas em diferentes estados e cidades brasileiras. A Campanha fortaleceu a imagem de RENAS em âmbito nacional, junto a órgãos do governo, Secretaria de direitos Humanos, Ministério do Turismo, entre outros.

Após isto, trabalhamos com o Projeto Desigualdades que respaldou as organizações filiadas a RENAS com estudos bíblicos baseados no livro de Rute. Outros materiais com o tema da desigualdade foram disponibilizados. Igrejas evangélicas e seminários teológicos tem usado estes materiais trazendo a temática da desigualdade em suas reuniões.

As redes RENAS foram desafiadas a identificarem localmente uma dimensão da desigualdade que poderia ser enfrentada a partir do trabalho coletivo e dos recursos existentes. Algumas boas iniciativas surgiram:

  • O projeto de erradicação do sub registro civil de nascimento em Fortaleza – onde existe hoje um comitê organizado, que conta com uma secretaria executiva e estão providenciando um 0800 para atender a demanda;
  • A mobilização e engajamento em ações contra a dengue em Tocantins;
  • E o trabalho de enfrentamento a exploração sexual de crianças e adolescentes em Manaus, sempre abordando o tema da desigualdade, através do livro de Rute.

Louvamos a Deus pelo trabalho de impacto que RENAS vem desenvolvendo desde sua criação.

Diante disto, queremos reafirmar o desejo de continuar trabalhando em Rede, aproximando pessoas, organizações e igrejas em prol do Reino de Deus. Agora, chegou o momento de estabelecer novos rumos e propor novos passos.

Lembramos de Provérbios de Salomão que diz: “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor.”

Para isto, convidamos você a PENSAR RENAS, ORAR POR RENAS e SE ENCONTRAR EM RENAS. 

Estaremos reunidos entre os dias 06 e 08 de abril, em Campinas, onde teremos a oportunidade de ouvirmos juntos a voz de Deus sobre os novos desafios e nova direção.

Que o Senhor nos dirija nos novos rumos à seguir.

Débora Fahur – Membro do grupo de Conselheiros RENAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *