Deus de possibilidades

Deixar um comentário

Neste começo de ano é fundamental lembrar que não estamos sozinhos. Deus conosco, Emanuel, promete caminhar ao nosso lado para o que der e vier. Isto é consolo diante de um mundo incerto e fatigado, que é complementado pela verdade de que Deus está ativo e operante no mundo – redimindo e instaurando seu reino na terra, assim como nos Céus. Deus nos convida a uma parceria de oração e trabalho ao redor do mundo.

Nas escrituras, há muitas histórias onde Deus revela sua vontade de trabalhar em parceria com seus filhos e filhas que estão buscando mudanças, ou que estão em situações difíceis. Deus transforma o resultado das coisas com base em nossas ações aqui na terra – e muitas histórias demonstram isso, desde a história de Abraão e Sodoma, Moisés e os Israelitas, até a história de Jonas e Nínive e Ezequias negociando com Deus o restante de sua vida.

Algumas pessoas se perguntam se a oração faz diferença. A Bíblia claramente nos chama a orar, a erguer o muro e nos colocar na brecha, a orar sem cessar por todas as coisas. E Jesus também nos mostra a importância da oração através de seu exemplo.

Deus quer levar este mundo à redenção e chamar os povos para si, e ele escolheu nos usar e fazer parceria conosco, baseado em amor e sacrifício, para trazer a mudança e refletir seu coração a todos os povos. Encorajemos uns aos outros a buscar um relacionamento mais profundo com Deus, investindo nossa energia intercedendo pela mudança que ansiamos ver, louvando a Deus por aquilo que ele já está fazendo em nosso mundo, e clamando a Ele pelas feridas que queremos a cura.

A oração pelas questões que enfrentamos e o relacionamento com nosso Criador é como o ato de inspirar, e o nosso envolvimento ativo em direção às mudanças que buscamos é como o ato de expirar. Não é possível um sem o outro.

Um Deus de possibilidades – um Deus de amor – um Deus que intervém – um Deus que escolhe nos usar, ‘vasos de barro’ imperfeitos (2 Coríntios 4:7) – este é o Deus que servimos!

Continuemos trabalhando para a mudança na terra, amando nosso próximo assim como amamos a nós mesmos, e continuemos orando sem cessar (1 Tessalonicenses 5:16-18), intercedendo junto a Deus pelo mundo que amamos.

Rede Miquéias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *