Rede Mãos Dadas: criança, educador social cristão e igreja local

Deixar um comentário

Queremos saber como estão as redes temáticas e locais filiadas à RENAS. A primeira da série é a mais antiga: a rede temática Mãos Dadas, que tem como foco reunir organizações sociais cristãs que trabalham com crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

Pedimos para a editora do site da Rede Mãos Dadas, Elsie Gilbert, que relate um pouco sobre como vai a rede. Leia a seguir o relato.

Os avanços mais recentes

Nosso ano começou com o Encontro Anual de Parceiros realizado no Rio de Janeiro, em março. Lá foi possível conversarmos sobre a nova estratégia da Rede Mãos Dadas que consiste no seguinte:

– Executar três campanhas anuais. Cada campanha está focada num protagonista da rede — a criança, o educador social cristão e a igreja local – e tem duração de dois a três meses. Começamos o ano com o Mutirão Mundial de Oração que tem o foco nos problemas vividos pelas crianças ao redor do mundo, mas que tem como uma tradição especial a participação efetiva das crianças em oração. Lançaremos agora em agosto a segunda campanha com o título “Meu Educador Social Cristão”, que tem como objetivo dar mais visibilidade e conquistar mais apoio para o trabalho realizado por educadores sociais espalhados por todo o Brasil. No último trimestre do ano, está nos planos realizar a segunda edição da terceira campanha “Igreja Amiga da Criança” que busca ajudar as igrejas a intencionalmente melhorarem sua escuta das crianças em seu meio.

– Trabalhar para que todas as ações da rede aconteçam com sinergia. É por isto que resolvemos executar campanhas em estreita ligação com nossos parceiros e suas redes de comunicação; que resolvemos colocar nossa plataforma de comunicação a serviço das três campanhas, priorizando um protagonista especial (criança, educador social ou igreja) a cada três meses, e que buscamos publicar recursos complementares em associação aos temas de cada campanha.

denise_educadora

– Realizar a Consulta “Criança, Igreja e Missão”. Foi o que fizemos em meados de junho com a ajuda da Visão Mundial em Brasília (DF). Contamos com a presença de vários líderes teólogos e missiólogos como: Dan Brewster, Ariovaldo Ramos, Carlos Queiros, Valdir Steuernagel, Enrique Pinedo, entre outros. Foram alguns dias de reflexão e reafirmação de nossas convicções sobre os propósitos de Deus para nós todos, e em especial para as crianças. Na ocasião foi lançado o livro de Dan Brewster cujo nome deu origem à consulta. A Criança, a Igreja e a Missão está disponível para compra pela Editora Ultimato e representa o mais novo esforço da Rede Mãos Dadas, produzido com o apoio da Compassion e da Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira. Esta ação contou com o envolvimento direto de quatro parceiros: Visão Mundial, Editora Ultimato, Compassion e Junta de Missões Mundiais. Este é um exemplo da estratégia da Rede Mãos Dadas de servir como elo articulador entre um grupo de parceiros da rede para a realização de ações que beneficiam o todo.

Dificuldades atuais:

Vivemos um momento tenebroso na vida do país, um momento de retrocesso no movimento de defesa de direitos das crianças, notadamente no que se refere aos adolescentes em conflito com a lei. Isto gera um certo desânimo. Vivemos também num contexto de retração de organismos internacionais tradicionalmente envolvidos na ajuda humanitária para o Brasil. Isto gera uma crise financeira em várias organizações que formam a base da Rede Mãos Dadas. Isto gera cansaço! A Rede Mãos Dadas segue confiante de que Deus está a frente e que tempos melhores virão.

Nossas principais bandeiras:

1. Deus exige de nós, adultos, que lutemos para proporcionar um mundo melhor para TODAS as crianças.

2. Deus exige de nós, cristãos, que valorizemos nossos irmãos e irmãs que foram chamados a uma atuação mais direta com as crianças mais vulneráveis. (Campanha Meu Educador Social Cristão – agosto e setembro)

3. Deus exige da igreja local um olhar voltado pra todos os seus membros, especialmente aqueles cuja vulnerabilidade social é maior. Precisamos aprender a defender, cuidar e promover os nossos pequeninos e, para isto, é preciso primeiramente aprender a ouvi-los. (Campanha Igreja Amiga da Criança – outubro e novembro)

Motivos de oração:
Ore por mais entusiasmo, mais intencionalidade, mais intrepidez e mais recursos para todas as organizações que compõem a rede!

Rede Mãos Dadas
>> Site
>> Facebook
>> Biblioteca Mãos Dadas
>> Mutirão de Oração
>> Campanha Meu Educador Social Cristão
>> Igreja Amiga da Criança
topo_blog_md

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *