Por trás da redução da idade penal

[ 2 ] Comments

A redução da maioridade penal não é uma disputa partidária nem ideológica, como alguns querem nos fazer pensar. Também não é um assunto neutro, do tipo, “essa não é a solução, mas do jeito que está…”. A proposta de redução, não somente não resolve o problema de violência no país, como também o agrava consideravelmente.

A questão é sim sobre a proteção aos adolescentes, principalmente os mais pobres, negros e vulneráveis. Não somente os que tiverem algum conflito com a lei. Estes, seriam potencializados na sua capacidade de fazer o mal, tendo (finalmente) professores bem competentes dentro das prisões. Mas também os outros adolescentes que poderão dirigir nesse nosso transito tão violento e perigoso; poderão abandonar os estudos para trabalhar; poderão comprar livremente bebidas alcoólicas e cigarro, poderão ter sua nudez exposta em sites pornográficos e comercializadas como prostitutas sem que ninguém seja condenado por nenhum crime.

Infelizmente alguns políticos sabem disso e, mesmo assim, votam a favor da redução, se utilizando de uma cultura de ódio, violência e vingança, próprio da cultura brasileira, para se promover dizendo que faz isso “em nome do povo”. Se o assunto fosse de saúde pública quem teria voz, a maioria inflamada ou o médico especialista? Não vi nenhuma pessoa ou organização que trabalha com crianças e adolescentes apoiarem a redução. Porque os parlamentares defensores da redução não ouvem estes?

No fundo o interesse é o mesmo de sempre: econômico.

  • O mercado da exploração sexual é o terceiro maior mercado ilícito do país, perdendo apenas para drogas e armas, movimentando bilhões. É sabido que quanto mais novas as meninas, mas caras elas são. O senador Magno Malta [PR-ES], evangélico, que presidiu a CPI da pedofilia (que não prendeu ninguém), é um dos principais parlamentares defensores da redução. Ele certamente sabe o efeito que a redução terá sobre a exploração sexual de meninas…”.
    As olimpíadas estão às portas e o mercado de turismo está se preparando para receber muita gente… pelo visto, não só o turismo. Conheça a campanha Bola na Rede.
  • Tem se falado sobre a privatização do sistema carcerário e algumas iniciativas já estão acontecendo no país. A lógica de um sistema penal-prisional é que quanto mais bem sucedido, menos presos. Privatizar é inverter essa lógica transformando o humano preso em produto, fazendo com que mais presos signifique mais lucro. Para justificar a privatização, sucateamento e super-população são ótimos argumentos. Somos o quarto pais em número de presos. Não somos o país da impunidade, somos o país da punição seletiva que prende pretos e pobres, enquanto os crimes cometidos por pessoas da classe média, da elite brasileira ou da classe política são negligenciados e sem punição (principalmente encarceramento). Isso é arquitetado.
  • Todo mundo sabe que o consumo de álcool entre adolescentes é alarmante. Mesmo sendo proibida a venda para menores de 18 anos. Mercadologicamente falando, é um público incrível. Evidentemente que as vendas poderiam aumentar em números inimagináveis se adolescentes pudessem ter acesso ao álcool mais facilmente. A indústria do entretenimento noturno ganharia muito. Lembre-se que 7 dos 12 homens mais ricos do Brasil estão ligados a indústria do álcool e dos veículos que o publicitam.
  • O mercado de seguros automobilístico movimentou mais de 31 milhões em 2014. Quanto menor a idade do condutor, mais caro é o seguro. Nosso transito na cidade tem estado cada vez mais estressante e perigoso.
  • Evasão escolar gera mão de obra mais barata.

Não podemos servir a dois senhores. Por traz de tudo está Mamon exigindo sacrifício de nossas crianças. Mas o nosso paradigma é aquele que sacrificou a si mesmo e disse “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam” (Lucas 18:16).

Benjamin César é pastor presbiteriano e coordenador da Campanha Bola na Rede no Rio de Janeiro (RJ).

2 respostas a Por trás da redução da idade penal

  1. Manoel lino simão disse:

    Parabéns pastor, por todo o seu esforço informando e conscientizando a mim foi uma ótima leitura

  2. Colocações maravilhosas , excele
    nte trabalho pastor .DEUS o abençoe cada vez mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *