Participe dos Conselhos Tutelares

[ 3 ] Comentários

As crianças estão indefesas, desamparadas e necessitadas. É urgente falar a favor delas. Proteger os seus direitos. Zelar pelas crianças não é uma tarefa exclusiva dos pais, mas também dos parentes, da comunidade, dos profissionais de saúde, dos líderes eclesiásticos, dos educadores, dos governantes, enfim, da sociedade como um todo.

O abuso contra as crianças precisa ser denunciado, seja quem for que o pratique. O fato é que hoje, no meio evangélico tem havido inúmeros casos de abuso, que são acobertados para não expor os líderes e não provocar escândalos. É triste verificar esta “compaixão” para com os “pastores” (na verdade, são lobos travestidos de pastores), enquanto as ovelhas ficam vulneráveis. Vale a pena refletir nesta frase de Vitor Hugo: “A compaixão nem sempre é virtude, quem poupa a vida do lobo condena à morte as ovelhas”.

Precisamos aproveitar as oportunidades e participar também em toda e qualquer atividade que possa trazer melhoria à condição das crianças e adolescentes de nossas cidades. Como seria bom se em cada município brasileiro estivesse em ação um Conselho Tutelar, que incluísse também homens e mulheres que conhecem o Senhor e o Salvador Jesus!

Conselho tutelar é o órgão público estratégico na defesa da infância e da família. É preciso estimular e capacitar homens e mulheres de bem a ocupar esta função estratégica. É preciso mobilizar as igrejas e cristãos em cada cidade, com urgência.

Existe, pelo menos, um conselho por cidade. O trabalho do conselheiro é remunerado, variando de 1 salário mínimo a R$ 6.000,00, conforme a cidade.

Todos os municípios do Brasil irão realizar em outubro de 2015 eleições para escolha de conselheiros tutelares. Em regra, os requisitos para concorrer à eleição são:

  • Ensino médio completo, mas há cidades que exigem nível superior completo.
  • Aprovação em prova de conhecimentos legais (especialmente a constituição e a Lei 8.069/90 – ECA).
  • Funcionários públicos podem se candidatar. Caso eleitos, devem se afastar das funções originais, para exercer, com exclusividade as novas.

Consulte o Conselho Municipal dos Direitos da Criança (CMDCA) de sua cidade, pois este órgão é que vai organizar a eleição local.

“Se deixarmos de fazer o que precisamos para proteger a criança e o adolescente, que diferença teremos daqueles que as violentam?”(Jefferson Drezett)

“A única coisa necessária para o triunfo do mal é as pessoas de bem não fazerem nada.” (Edmond Burke)

 Fale a favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados. Fale por eles e seja um juiz justo.  Proteja os direitos dos pobres e dos necessitados.” (Provérbios 31:8-9 NTLH)

Pr. Gilberto Celeti é superintendente Nacio nal da APEC® no Brasil.
gilceleti@gmail.com

 

Nota: Este artigo foi publicado originalmente na revista da APEC “O Evangelista de Crianças”, de abril-junho/2015. Visite o site da APEC: www.apec.com.br

3 respostas para Participe dos Conselhos Tutelares

  1. Rosa da Rosa disse:

    Muito bom o artigo sobre Conselhos Tutelares.Aqui onde congrego tem uma irma que e Candidata ao Conselho . Estou fazendo de tudo para ajuda-la e que ela possa fazer um excelente trabalho em prol das nossas crianças aqui de Gravatai.Pois a violencia e abusos estao se proliferando a cada dia.Trabalhei com Bola na Rede aqui no RS e continuo na luta pelos Direitos das Nossas Crianças e adolescentes. Abraços a Todos.

  2. jose carlos nogueira disse:

    gostei muito da mensagem para participar dos conselhos tutelares,eu vou me preparar para concorrer a uma vaga. obrigado e que o senhor jesus abençoe a todos voces.

  3. Renata Santos disse:

    Família feliz é tudo de bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *