Cuidaríamos da Criação, ainda que não estivesse em crise

Comente!

O Movimento Lausanne divulgou há poucas semanas a versão em português da declaração final da Consulta Global sobre o Cuidado da Criação e o Evangelho. A consulta foi realizada de 29 de outubro a 02 de novembro de 2012 em Santa Anna, na Jamaica e reuniu teólogos, líderes de igrejas, cientistas e profissionais na área da Criação: 57 homens e 20 mulheres, vindos de 26 países do Caribe, África, América Latina, Oceania, América do Norte e Europa.

O documento traz um conteúdo sucinto, mas rico sobre a responsabilidade cristã diante da criação de Deus. Leia abaixo um resumo da declaração:

Duas grandes convicções:

1. O cuidado com a Criação é uma questão que deve ser incluída em nossa resposta ao Evangelho, proclamando e agindo sobre as boas novas do que Deus já fez e completará para a salvação do mundo. Isto não é somente justificado biblicamente, mas é parte integrante de nossa missão e uma expressão de nossa adoração a Deus pelo seu maravilhoso plano de redenção através de Jesus Cristo. O nosso ministério da reconciliação é uma questão de grande alegria e esperança, e nós cuidaríamos da criação, mesmo que ela não estivesse em crise.

2. Estamos diante de uma crise urgente. O amor a Deus, ao nosso próximo e a toda Criação, assim como nossa paixão pela justiça, obrigam-nos à urgente e profética responsabilidade ecológica.

Convocação à ação:

A consulta reconhece que precisamos de um novo compromisso com um estilo de vida simples e com princípios sustentáveis, e de uma teologia integrada com a responsabilidade ambiental e com a esperança de Cristo para o mundo. Os participantes também pedem para que a igreja nos países em desenvolvimento assuma a liderança dos desafios ambientais e que as missões ambientais sejam incluídas nas estratégias evangelísticas com os povos não-alcançados.

Convocação à oração:

Esta é uma luta espiritual. Após uma oração de lamento e arrependimento por nosso fracasso em cuidar da Criação, e então, tendo provado da graça e da misericórdia de Deus em Cristo Jesus e através do Espírito Santo, e com a esperança na plenitude de nossa redenção, oramos com confiança que o Deus Triúno pode sarar a nossa terra e todos os que nela habitam, para a glória do Seu incomparável nome.

Fonte: www.ultimato.com.br

A Ultimato disponibiliza o documento completo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *