Reflexões sobre políticas públicas no Brasil e organizações sociais

[ 2 ] Comentários

Na manhã da sexta-feira (16), aconteceu a segunda plenária dentro da temática do dia “Missão Integral: mobilização e transformação”. A plenária teve dois palestrantes: Alexandre Brasil, que abordou sobre Engajamento e Participação em Políticas Públicas, e Silvio Rocha Sant’Anna (Fundação Grupo Esquel Brasil), que explanou questões sobre o Marco Regulatório do Terceiro Setor.

Alexandre Brasil trouxe uma discussão sobre políticas públicas através de quatro pontos. O primeiro em relação ao desenvolvimento de políticas públicas em nosso país, e a estrutura histórica sobre a cidadania; o segundo, conceitos de políticas públicas e a importância de discutir o tema, vendo esta questão como uma forma de se fazer política; terceiro, o cenário atual de políticas públicas, como um tema em evidência; e quarto os desafios para a RENAS entender as políticas públicas sob diferentes perspectivas, e pensadas a partir da territorialidade, transversalidade e diversidade.

Silvia Rocha Sant'Anna

Silvio Rocha trouxe alguns dados importantes sobre o marco regulatório das OSC’s (Organizações da Sociedade Civil). A primeira questão abordada então é a situação destas organizações, que vêm sendo castigadas por leis e regulamentos, criminalizadas pela mídia em muitos casos, levando a descrença para participar de ações cidadãs. Outra questão é a desinformação, que leva a burocracias, fechamento de entidades, conflitos e crises de entidades (profissionalização e a perda da missão), entre outros. Em cima dessa reflexão pode-se pensar em uma plataforma por um novo marco regulatório. Segundo ele, as organizações precisam de políticas de fomento e se compromissarem na ampliação, no desenvolvimento e na participação cidadã.

Nas considerações finais, Alexandre Brasil debateu sobre uma questão levantada a respeito das igrejas demandarem as funções de trabalhar com políticas públicas apenas para o Estado. E Silvio finalizou levantando que a diversidade das organizações é imensa, com muitas formas de participação. Para ele, a comunidade evangélica precisa ter representantes no espaço de construção de políticas públicas para que haja diálogo.

Texto: Riziely Herrera

2 respostas para Reflexões sobre políticas públicas no Brasil e organizações sociais

  1. […] viaRENAS. 0savesSave var dzone_url = "http://portal.controlesocialdesarandi.com.br/2011/09/reflexoes-sobre-politicas-publicas-no-brasil-e-organizacoes-sociais-renas/"; var dzone_title = "Reflexões sobre políticas públicas no Brasil e organizações sociais | RENAS"; If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.   […]

  2. Maria as Dores Queiroz de Almeida dos Santos disse:

    gostaria de receber uma publicação explicativa, mais clara, e transparente. Sobre politicas públicas do nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *