Organização dos Estados Americanos (OEA) inclui saúde materno-infantil

Comente!

Por Gidália Santana*


Welinton Pereira (2º à esq) na Assembleia Geral da OEA

A campanha “Saúde para as Crianças Primeiro”, da Visão Mundial, garantiu a inclusão do tema da saúde materno-infantil na Assembléia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre “Segurança Cidadã nas Américas”, que aconteceu entre os dias 5 e 7 deste mês em El Salvador. Representantes da campanha para a região da América Latina e Caribe participaram do evento para garantir os aportes nos temas de saúde e proteção na perspectiva da campanha de saúde.

No sábado (4), diversas organizações não governamentais, que participaram da assembleia como convidadas, reuniram-se em grupos focais e produziram relatórios que foram entregues ao secretário-geral da OEA e chefes das delegações. “Conseguimos garantir o tema da campanha no grupo de desenvolvimento integral”, afirmou o assessor sênior de advocacy da Visão Mundial e um dos coordenadores da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS), Welinton Pereira.

Além do próprio Welinton, a equipe que representou a Visão Mundial Lacro no evento foi composta pelo responsável pela campanha na Bolívia, Franklin Santander, a responsável pela campanha em El Salvador, Marla Gonzalez, e a assessora regional da campanha, Natalia Korobkova.

Mais sobre a campanha
A campanha da Visão Mundial busca contribuir com os governos, organizações sociais e cidadãos para a redução da mortalidade infantil e materna na região até 2015, em acordo com as metas 4 e 5 dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Para isso, está desenvolvendo ações que permitam assegurar aos Estados que crianças e suas famílias mais pobres contem com serviços de promoção, prevenção e assistência em saúde materno infantil de qualidade. A ONG está assumindo em nível mundial um compromisso financeiro na área de saúde de U$ 1,5 bilhões nos próximos 5 anos.

Mais de 190 líderes mundiais se comprometeram a alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) da ONU até 2015. A Campanha: “Saúde para as Crianças Primeiro”, da Visão Mundial em parceria com outras organizações faz um chamado para a comunidade internacional para que voltem a dedicar a estas metas e para que mandatários das nações coloquem a saúde materno infantil em primeiro lugar em suas agendas, esta prioridade deve ser uma responsabilidade de todos e todas.

* Giládia Santana é jornalista da Visão Mundial.


Fonte: Blog da Visão Mundial – 08/06/2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *