Para quê fomos criados?

Comente!

Vejamos o texto de Paulo aos Efésios:

Efésios 2:4-9
2:4 Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
2:5 estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),
2:6 e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus,
2:7 para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus.
2:8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;
2:9 não vem das obras, para que ninguém se glorie.

Da reforma protestante, herdamos a máxima: “Só Cristo; só a escritura; só a graça; só a fé”.

Somos criação de Deus, realizada em Cristo Jesus, para fazermos boas obras. Muitos cristãos se esquecem do versículo 10, na sequência do texto de Paulo que acabamos de ler.

Ef 2:10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.

Nós fomos criados para boas obras. Eu fui criado em Cristo Jesus para fazer boas obras. Com minha profissão vou fazer as boas obras para as quais fui criado em Cristo Jesus.

No mundo evangélico não se fala muito sobre “boas obras”. Fala-se muito apenas sobre a fé.

Jesus morreu para que fôssemos aceitáveis diante de Deus.

Tito 2:11-15
2:11 Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens,
2:12 ensinando-nos, para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos no presente mundo sóbria, e justa, e piamente,
2:13 aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus,
2:14 que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo todo seu, zeloso de boas obras.
2:15 Fala estas coisas, exorta e repreende com toda autoridade. Ninguém te despreze.

Tito 3:4-11
3:4 Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu amor para com os homens,
3:5 não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo,
3:6 que ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus Cristo, nosso Salvador;
3:7 para que, sendo justificados pela sua graça, fôssemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.
3:8 Fiel é esta palavra, e quero que a proclames com firmeza para que os que crêm em Deus procurem aplicar-se às boas obras. Essas coisas são boas e proveitosas aos homens.
3:9 Mas evita questões tolas, genealogias, contendas e debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs.
3:10 Ao homem faccioso, depois da primeira e segunda admoestação, evita-o,
3:11 sabendo que esse tal está pervertido, e vive pecando, e já por si mesmo está condenado.

É preciso ter em mente que ninguém alcança a salvação por boas obras. Ninguém se torna merecedor da salvação por ter praticado boas obras. Mas fomos salvos pela graça, para fazermos boas obras.

Em Mateus 5:14-16 está escrito: “Vocês são a luz do mundo”.

Como a nossa luz vai brilhar? Quando as pessoas virem as nossas boas obras. Elas não devem apenas ouvir a mensagem; devem também ver as boas obras.

Isaías 58:4-10 (NVI)
4 Seu jejum termina em discussão e rixa, e em brigas de socos brutais. Vocês não podem jejuar como fazem hoje e esperar que a sua voz seja ouvida no alto.
5 Será esse o jejum que escolhi, que apenas um dia o homem se humilhe, incline a cabeça como o junco e se deite sobre pano de saco e cinzas? É isso que vocês chamam jejum, um dia aceitável ao SENHOR?
6 O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo?
7 Não é partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou, e não recusar ajuda ao próximo?
8 Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada, e prontamente surgirá a sua cura; a sua retidão irá adiante de você, e a glória do SENHOR estará na sua retaguarda.
9 Aí sim, você clamará ao SENHOR, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou. Se você eliminar do seu meio o jugo opressor, o dedo acusador e a falsidade do falar;
10 se com renúncia própria você beneficiar os famintos e satisfizer o anseio dos aflitos, então a sua luz despontará nas trevas, e a sua noite será como o meio-dia.

Há alguns requisitos que têm que ser cumpridos para que haja vida plena. Nós vivemos em países em que há muitas necessidades insatisfeitas. Há uma preocupação com a missão de levar a palavra. Isto satisfaz a necessidade básica de Deus (das pessoas). Mas há outras necessidades básicas: comida, água, casa, roupas, saúde, etc.

O texto diz que a glória de Deus será manifestada quando as necessidades básicas dos necessitados forem satisfeitas.

Moisés pediu para ver a glória de Deus. Uma forma de ver a glória de Deus é fazer boas obras.

É útil considerar três erres que decorrem da conversão: Reconciliação, Renascimento e Redistribuição.

Todos devem ter acesso aos bens da criação de Deus. Todos os bens que possuímos têm sentido quando colocados à disposição para boas obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *