Jesus ama as pessoas que você odeia

Comente!

Parece um paradoxo, mas é verdade. Estamos bastante acostumados a ouvir que nosso Deus é um Deus de promessas, de alianças, Deus do impossível e de milagres. Sim, realmente Ele é tudo isso. Mas é bom lembrarmos que esse mesmo Deus também é o Deus dos fracos e desesperançados. Essa música em forma de poesia descreve bem o caráter de um Deus que realmente não faz acepção de pessoas – ama a todos incondicionalmente. Que a cada dia nosso coração se torne mais sensível a esse Deus tão misericordioso.

Deus da lua e das estrelas

(Kees Kraayenoord)
Tradução: Roberto Amorim

Deus da lua e das estrelas
Deus do gay e dos barzinhos
Deus dos corações frágeis que somos, eu venho a Ti
Deus da nossa história, Deus do futuro que virá
O que farás de mim? Eu venho a Ti
Deus dos humildes e gentis,
Deus dos inconseqüentes e selvagens
Deus dos inimigos, eu venho a Ti
Deus de nossa vida e morte
Deus dos segredos ocultos
Deus de cada respirar, eu venho a Ti
Deus dos ricos e pobres
Deus da princesa e da prostituta
Deus da porta sempre aberta, eu venho a Ti
Deus da criança não nascida
Deus do que é puro e intocado
Deus do cafetão e do pedófilo, eu venho a Ti
Deus da guerra e da paz
Deus do viciado e do sacerdote
Deus dos maiores e dos menores, eu venho a Ti
Deus do refugiado
Deus do prisioneiro e do livre
Deus da nossa dúvida e certeza, eu venho a Ti
Deus da nossa alegria e nosso luto
Deus do advogado e do ladrão
Deus da nossa fé e descrença, eu venho a Ti
Deus das feridas que levamos
Deus dos sonhos mais profundos que compartilhamos
Deus da nossa oração não dita, eu venho a Ti
Deus de um mundo perdido
Deus na solitária cruz
Deus que veio a nós, eu venho a Ti


Fonte: Revista Rumo (rumo@salvos.org.br – Ano 2008 – nº1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *