Superando as expectativas

Comente!

É assim que definimos a realização do 1º Fórum sobre a Responsabilidade Social da Igreja Evangélica da região metropolitana de Campinas. Tínhamos um sonho, reunir pessoas da mesma fé para compartilhar nossa visão bíblica sobre a urgência da igreja influenciar a cidade de forma transformadora, nas esferas públicas de Deus. "Um sonho que se sonha só, é apenas um sonho… Um sonho que se sonha coletivamente é uma realidade".

Assim, por oito meses, cinco pessoas trabalharam para que o sonho se tornasse uma realidade. De fato, deixou de ser apenas um sonho e superou as nossas expectativas. Planejamos tudo esperando 150 pessoas. Entretanto, uma semana antes já ultrapassava-se a casa dos 200. Por fim tivemos 260 participantes, de diversas denominações e entidades sociais. Pensamos em um evento que marcasse nossa região, dando início a uma REDE para colaborar com o desenvolvimento e apoio às instituições evangélicas, engajadas nas ações de boas obras. O primeiro passo foi dado com sucesso.

Para nós, foi um sinal claro de que o Senhor está desejoso de ver Sua Igreja manifestando amor ao próximo, de forma contundente e efetiva na sociedade atual. Abriu-se o Fórum com devocional pregada pelo Pr. Cilas Gavioli, pregando em Dt 15:7-11: JUSTIÇA SOCIAL COMEÇA COM AMOR E CORAÇÃO. A arte embelezou a abertura com a orquestra, que também acompanhou no cântico do hino “Que estou fazendo se sou cristão?”, inspirando-nos a abrir a mão ao pobre e necessitado. Pela manhã, as atividades foram conduzidas pelo diácono Ubirajara Dias de Andrade, secretário presbiterial de Ação Social e um dos organizadores.

A primeira palestra era esperada com grande expectativa por nós organizadores. E logo todos estavam atentos às palavras do irmão Maurício José Silva Cunha, agrônomo e administrador, fundador do CADI (Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral), procedente do Paraná. O tempo foi curto para tanto conteúdo embasado na “cosmovisão” do Reino de Deus, confirmada na sua experiência em desenvolvimento de comunidade na cidade Fazenda Rio Grande, na Grande Curitiba. Ele nos mostrou a importância de se capacitar obreiros para a Missão Urbana Integral se queremos ver a transformação e desenvolvimento das comunidades dos pobres urbano. Lemos Efésios 2 até o versículo 9, esquecendo do verso 10. Somos salvos pela graça de Jesus Cristo, por meio da fé e feitos novas criaturas para realizar boas obras. A Igreja Evangélica está acordando para a realidade do Evangelho Integral?

Na parte da tarde, o Fórum ouviu atentamente o presbítero Eliezer Arantes da Costa. Engenheiro Eletrônico e consultor de empresas. Atua como Diretor Consultor da Future Trends Consulting. Como professor convidado, ministra a disciplina de Gestão Estratégica de Negócios em vários institutos e universidades. É autor do livro Gestão Estratégica – da empresa que temos para a empresa que queremos. Também atua junto a várias organizações ligadas ao terceiro setor. Eliezer trouxe brilhante palestra sobre gestão do 3º Setor. Se desejamos transformar a realidade de exclusão social, temos que capacitar líderes, formar gestores do terceiro setor, apoiando entidades e projetos sociais evangélicos a fazerem com excelência aquilo o que se propõe fazer neste setor, para a glória do Senhor.

Também estiveram presentes as seguintes Instituições Evangélicas do 3º Setor: Serviço Social Nova Jerusalém (mais de 600 crianças e adolescentes da periferia de Campinas, em três pontos carentes da cidade); FEPAS (Federação das Entidades e Projetos Assistenciais – Campinas); Lar Alice de Oliveira (Casa de repouso de senhorinhas idosas) e Exército da Salvação de Sorocaba.

Saímos animados a criar uma Rede de Ação Social – regional. Se Deus quiser e com a Graça dEle, em breve, daremos mais esse passo. Desde o início, nosso intuito fora organizar uma rede de relacionamentos para o desenvolvimento de comunidades carentes na perspectiva da fé cristã. Pois, segundo Tiago, a “fé sem obras é morta”, mas as obras sem a fé não transformam efetivamente.

A realização do evento foi das Secretarias de Ação Social do Sínodo e Presbitério de Campinas. O fórum teve o apóia de três Instituições Evangélicas de grande importância no 3º Setor, no contexto brasileiro. Compassion do Brasil, Visão Mundial e RENAS (Rede Evangélica Nacional de Ação Social). A diretora nacional, Susete Cardoso apresentou-nos um panorama da atuação da Compassion em cinco Estados da União. O irmão Welinton Pereira relatou o relevante serviço que a Visão Mundial presta no Brasil e no mundo, no desenvolvimento de comunidades nas regiões mais pobres do país. Débora Fahur nos encorajou explicando o crescente e eficaz papel de RENAS no cenário das influência evangélica nas políticas publicas da nação. Cada participante recebeu gratuita e gentilmente um exemplar da “Mãos Dadas”, revista evangélica de vanguarda no apoio aos que trabalham pela dignidade de nossas crianças e adolescentes. A todos, nossa gratidão!

Gostaríamos lembrar a palavra do Ap. João 13:17 “Ora, se sabeis estas cousas, bem-aventurados sois se as praticardes.” Encerramos com a incomoda celebre frase do estadista irlandês, Edmund Burke “Para que o mal prospere, tudo o que é necessário é que os homens bons não façam nada.”


Rev. Cilas Fiuza Gavioli, pastor da Igreja Presbiteriana Nova Jerusalém e Secretário Sinodal de Ação Social – cilas.gavioli@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *