RENAS e a Presidência

Comente!

No último dia 22 de maio, aconteceu um encontro entre o segmento evangélico e o presidente Lula. Estiveram presentes cerca de 150 líderes e pastores evangélicos com uma boa representatividade, e a RENAS esteve presente representada pelo Pr. Rocindes Correa.

O propósito do encontro, segundo o Presidente, foi firmar parcerias com os evangélicos na área social.

Neste dia, houve também a confirmação do treinamento no MDS (Ministério de Desenvolvimento Social) para o dia 6 de junho de 2006. Esse treinamento será para as organizações e entidades pré-selecionadas pelo MDS ligadas a projetos na área de segurança alimentar.

A RENAS convida-os a orarem para que essas iniciativas permaneçam e dêem frutos e duradouros. Leia mais sobre o assunto abaixo no texto abaixo da jornalista Nilza Valéria (Visão Mundial).

Roseli Rodrigues

Assistente RENAS


 

O presidente Lula e seu partido, o PT, sempre tiveram vínculos fortes com os movimentos sociais da Igreja Católica. Com uma ministra evangélica em seu governo, Marina Silva (Ministério do Meio Ambiente), Lula recebeu, na segunda, dia 22, cerca de 150 pastores e líderes evangelicos dos mais variados segmentos da igreja evangélica brasileira. No encontro, com muitas fotos, hinos e orações, Lula falou da parceria com os evangélicos na atuação social. Sem pedir votos ou apoio para reeleição, o presidente ressaltou que pretende aprimorar o relacionamento com todos os atores da rede de proteção social. Para o pastor Ariovaldo Ramos, presidente da Visão Mundial e membro do Conselho de Segurança Alimentar da Presidência da República, o encontro foi uma conversa amistosa, onde o valor do trabalho, em prol dos mais miseraveis foi reconhecido: "Lula fez um balanço social, falou das conquistas, das realizações, e isto justifica a reunião. Ele, Lula, representa um governo popular".

Segundo Ariovaldo, até mesmo sobre a relação com a Bolivia, o presidente conversou com os religiosos: "Ele disse que fazemos a política da boa vizinhaça, e que buscaremos com a Bolívia um acordo razoável, onde o Brasil se manifestará firme, não intransigente". Outro destaque do pastor à fala de Lula foi o reconhecimento do espirito de solidariedade que move o Brasil: "Solidariedade é um princípio ensinado por Jesus de Nazaré", explica Ariovaldo, lembrando que a igreja evangélica não tem compromisso com presidentes ou governos. "Nossa atuação na construção de um outro mundo possivel está além de governos, de presidentes, de reeleição. Não temos compromisso com o Lula, temos compromisso com os pobres e negros, que estão majoritariamente em nossas igrejas, estamos na base da pirâmide social".

 


Nilza Valeria – Jornalista
Relações Institucionais
Visão Mundial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *