Servindo, nos gastamos

Comente!

Uma sala no segundo andar. Clima de morte. Tabita adoecera e, em pouco tempo, morrera. Sendo viúva, as providências foram tomadas pelos filhos e pelas amigas, muitas delas, também viúvas. Elas choravam muito, desconsoladas; em homenagem à morta, todas vestiam roupas feitas e presenteadas por ela. Elas se lembravam da amizade, do companheirismo e da generosidade da amiga. Muitas ali tinham sido alvo também de suas generosas ofertas.

Para toda a igreja de Jope a morte da discípula Tabita era inaceitável (Tabita, ou Dorcas, é a única mulher chamada de discípula no Novo Testamento). Sabendo que Pedro estava nas proximidades, chamaram-no com urgência. Para que ele oficiasse o funeral? Para que viesse consolá-los? Ou, lembrando as palavras de Jesus de que no nome dele os discípulos fariam sinais ainda maiores, para trazê-la de volta à vida?
Ao chegar, Pedro foi levado à sala onde estava o corpo. Pediu que todos se retirassem. Tendo acompanhado Jesus quando ele ressuscitou a filha de Jairo, Pedro seguiu exatamente os passos do Mestre. Ajoelhou-se, orou e ordenou que Tabita se levantasse, cumprindo sua comissão divina. Tabita voltou a viver. As viúvas gritaram de alegria, abraçaram-se e choraram mais uma vez.

E a vida prosseguiu. Tabita continuou a costurar, a dar esmolas, a ser discípula do Senhor. Talvez ela e as amigas tenham estabelecido uma cooperativa com uma eficiente linha de produção para que não faltasse o que vestir para viúvas, órfãos, estrangeiros e pobres da região. Deus, por meio de Pedro, a ressuscitou para que ela continuasse a gastar-se em favor dos outros.

E Deus continua a chamar mulheres e homens, de todas as idades e profissões, para a mesma vocação: “Foi o próprio Deus quem fez de nós o que somos e nos deu uma vida nova da parte de Cristo Jesus; e muitos séculos atrás, Ele planejou que gastássemos essa vida em auxiliar os outros.” (Ef 2.10, BV)

* Artigo veiculado neste site com a devida autorização da Editora Ultimato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *