Cidade de Deus

Comente!

Todos aqueles que estão envolvidos em algum tipo de ação social devem assistir o filme Cidade de Deus (Fernando Meirelles e Kátia Lund). Violento, chocante, inquietante e algumas poucas vezes lúdico é de boa qualidade cinematográfica. Neste caso, "a arte retrata a vida". O filme mostra a realidade crua do dia-a-dia de uma favela dominada pelo tráfico de drogas. Merece ser visto especialmente para nos sensibilizar e mostrar o quanto a realidade está distante do projeto original de Deus. Essa realidade precisa da intervenção (com imensos desafios) de pessoas comprometidas com a construção da cidade terrena, tomando por modelo a cidade celeste, descrita por Santo Agostinho no livro A Cidade de Deus. Para ele, “dois amores construíram duas cidades: o amor de si próprio até o desprezo de Deus construiu a cidade terrestre, e o amor de Deus até o desprezo de si mesmo, a cidade celeste”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *